segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Reflexões de um ano de casamento - Bodas de papel

Ontem foi nosso aniversário de casamento e, com essa data, vieram muitas reflexões da minha parte...
Mediante isso, vou transcrever aqui um discurso muito enriquecedor e com lições valiosas de um líder da igreja que frequento.
O discurso é do ano de 2007 e o título é: Como enriquecer seu casamento.
Nesse discurso James E Faust, na época o segundo conselheiro do Presidência da igreja, fala um pouco como a experiência do divórcio pode ser traumatizante e nos faz refletir por qual motivo existem casamentos bons e maus. Logo em seguida, começa a ensinar como podemos enriquecer o casamento de maneira que possamos transformá-lo e enriquecê-lo.

Mas, como enriquecer nosso casamento?
O presidente Faust começa fazendo seis perguntas para refletirmos...
"Podemos perguntar: “Como um casamento pode ser enriquecido constantemente?” Edificamos nosso casamento com infinita amizade, confiança e integridade, bem como auxiliando e apoiando um ao outro nos momentos de dificuldade. Falando a respeito de Eva, disse Adão: “Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne” (Gênesis 2:23). Existem algumas perguntas — simples, mas relevantes — que todas as pessoas, casadas ou que tencionam casar-se, devem fazer-se honestamente no empenho de se tornarem “uma só carne”. São as seguintes:Primeira: sou capaz de pensar antes nos interesses do meu casamento e do meu cônjuge antes de meus próprios interesses?
Segunda: quão profundo é o meu comprometimento com meu cônjuge, além de qualquer outro interesse?
Terceira: meu cônjuge é meu melhor amigo?
Quarta: respeito sua dignidade como pessoa importante e valiosa?
Quinta: brigamos sobre dinheiro? O dinheiro por si só parece não fazer um casal feliz, tampouco a falta dele torna o casamento infeliz. Freqüentemente, brigar por dinheiro é símbolo de egoísmo.
Sexta: existe um elo espiritualmente santificador entre nós?"
Continuando a leitura desse discurso, o presidente Faust nos dá várias dicas de como podemos melhorar a vida como casal...
"Várias práticas importantes podem contribuir para enriquecer o casamento.
Oração. Uma boa comunicação enriquece o relacionamento familiar. Um meio importante é a oração em conjunto. Quando feita antes de dormir, ela poderá aplainar as diferenças que possam existir entre o casal. Não quero dar muita ênfase às diferenças, mas elas são reais e tornam as coisas interessantes. Creio que elas são as pequenas pitadas de sal que tornam o casamento mais saboroso.
Comunicamo-nos de muitas maneiras: com um sorriso, afagando os cabelos, um toque especial. Devemos lembrar-nos de dizer todos os dias “Eu te amo”. O marido deve dizer à esposa: “Você é linda”. Outra palavra importante para ser dita tanto pelo marido quanto pela esposa, no momento adequado, é “Desculpe”. Ouvir também é um excelente meio de se comunicar.
Confiança. A total confiança mútua é um dos principais fatores que enriquecem o casamento. Nada destrói o âmago da confiança mútua, tão necessária para manter um relacionamento, como a infidelidade. Nunca existirá qualquer justificativa para o adultério. Contudo, a despeito dessa experiência destrutiva, ocasionalmente pode acontecer de um casamento ser salvo e a família, preservada. Para isso, é preciso que a parte ofendida seja capaz de ter tanto amor que possibilite o perdão e o esquecimento. É preciso que a parte que errou deseje desesperadamente se arrepender e abandonar de fato o mal.
Nossa lealdade para com nosso companheiro eterno não deve ser apenas física, mas também mental e espiritual. Já que não existem flertes inocentes nem lugar para ciúmes após o casamento, é melhor evitar até a aparência do mal, como contatos questionáveis com pessoas com quem não estamos casados.
Virtude. A virtude é um ingrediente capaz de unir o casal de modo muito especial. Disse o Senhor: “Amarás tua esposa de todo o teu coração e a ela te apegarás e a nenhuma outra” (D&C 42:22).
Presença divina. Dentre todas as coisas que podem abençoar um casamento há um ingrediente especial capaz de unir um homem e uma mulher de modo muito real, sagrado e espiritual. É a presença do divino no casamento. Shakespeare, falando por intermédio da Rainha Elisabete, em Henrique V, disse: “Que Deus, o melhor Criador de todos os casamentos, combine vossos corações em um” (ato 5, cena 2, versos 67–68). Deus também é o melhor mantenedor de casamentos.
Existem muitas coisas que podem enriquecer o casamento, mas nem todas têm a mesma importância. Ter a companhia constante da presença divina e santa é o ponto central da maior felicidade no casamento. A união espiritual é a âncora. Os pequenos vazamentos na dimensão espiritual do casamento freqüentemente o levam a esvaziar-se.[...]Dízimo. Aprendi, nos meus vinte anos servindo como bispo e presidente de estaca, que um excelente seguro contra o divórcio é o pagamento do dízimo. O cumprimento desse mandamento facilita a recarga da bateria espiritual, habilitando-a a funcionar sem problemas, se o gerador espiritual passa a trabalhar mal ou pára de funcionar.
Nem a melhor ou mais majestosa música produz constantemente a harmonia de um grande amor. A mais perfeita música é a combinação de duas vozes para criar uma única música espiritual. O casamento é o meio proporcionado pelo Senhor para que sejam atendidas as maiores necessidades humanas, com base no respeito mútuo, maturidade, desprendimento, decência, comprometimento e honestidade. A realização no casamento e na paternidade excedem mil vezes qualquer outra felicidade.
Ser Pais. A alma do casamento é imensamente enriquecida e o processo de crescimento espiritual é muito fortalecido quando o casal tem filhos. Para esses casais, os filhos são a maior de todas as felicidades no casamento. Os homens crescem porque, como pais, precisam cuidar de sua família. As mulheres florescem porque, como mães, precisam esquecer-se de si mesmas. Ao tornar-nos pais, entendemos melhor o significado pleno do amor. Contudo, se os filhos não vierem, os casais que mesmo assim estiverem preparados para recebê-los com amor serão honrados e abençoados pelo Senhor por sua fidelidade. Nosso lar deve estar entre os mais puros santuários sobre a Terra.
No enriquecimento do casamento, é grande a importância das pequenas coisas. O apreço de um pelo outro deve ser constante, bem como uma atenciosa demonstração de gratidão. É preciso que haja encorajamento mútuo no casal, cada um ajudando o outro a crescer. O casamento é a busca comum daquilo que é bom, belo e divino." 
Pedro e eu já moramos na mesma casa a 6 anos e estamos caminhando para o 7º ano de relação, com o passar dos anos as diferenças ficam muito aparentes, mas se não nos esforçarmos em fazer dar certo, realmente a vida a dois fica muito difícil.
Não estou aqui para levantar a bandeira que o meu casamento é perfeito, por que não é! Nós brigamos como todo casal, a diferença é que estamos sempre buscando maneiras de encontrar soluções para resolvermos esses problemas...
Casamento não é fácil... Mas vale muito a pena!


Foto: http://nossasbodas.com/bodas-de-papel-aniversario-de-um-ano-do-blog/
(diponível para download neste link)









sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Não tenho nada para dizer... Você deveria postar sobre isso!

Bom dia pessoal!
Sei que ando sumida daqui, mas ser blogueira não é fácil.
Mas por que falo isso? 
Bom, costumamos achar que aquelas blogueiras lindas que viajam pelo mundo, ganham presentes e convites para os lugares mais badalados, não fazem nada da vida... Esse conceito está definitivamente errado! E como sei disso? Porque eu resolvi escrever um blog!
Gente... Criar um conteúdo bacana toda semana é muito trabalhoso... Imagina quem precisa criar esse conteúdo duas, três ou até todos os dias da semana. Ufa! 
Nesses últimos dias estou sofrendo de um apagão criativo, não sei sobre o que escrever, o que mostrar... Não saber o que quer fazer dá um nervoso muito grande, mas lá no fundo, isso é completamente normal.
Não é sempre que temos algo bacana para dizer...
Mas, o que fazer quando isso acontece?
Bom, no meu caso, eu fico quietinha estudando, lendo até ter um estalo criativo (tipo aquela lâmpada em cima da cabeça).
E o que eu posso aprender com isso?
Que eu preciso ter calma e paciência, que é melhor falar sobre algo bacana mesmo que demore a aparecer o assunto, do que falar um monte de abobrinhas pro aí.

Afinal, depois que você publica algo na internet, pra tirar... 




segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

O doce sabor da volta às aula...




Meu filho voltou a estudar hoje. Quem me conhece, sabe o quanto sou apegada a ele e, por ser filho único, esse apego é muito maior para mim do que para ele.
Mediante isso o coloquei na escola no ano passado e, para a minha NÃO surpresa, meu filho se adaptou rapidamente e sem estresse. Vamos olhar pelo ponto de vista de uma criança de 2 anos (na época): Uma sala cheia de amiguinhos da mesma idade e tamanho, uma escola com um parquinho colorido e variedade de brinquedos, duas "tias" que brincam com ele a manhã inteira... Qual criança não iria gostar?
Confesso que sofri muito no dia que meu marido e eu fizemos a matrícula dele, não imaginava colocá-lo na escola tão cedo. E naquele ano descobri que a necessidade de trabalhar esse desapego, cortar o cordão umbilical imaginário que nos ligava era minha.
Voltando para o dia de hoje, um ano após a primeira vez do Théo na escola, vejo meu filho mais independente, falante, com uma maior percepção das coisas que acontecem a seu redor. 
A escola fez isso por ele, porque lá ele não tem a minha proteção (que muitas vezes chega a ser sufocante) e é aí que entra as grandes lições que levará para a vida... Independência, agilidade de raciocínio, amizade... Coisas que complementam o que é ensinado em casa.
A melhor escolha que eu fiz para o meu filho foi tê-lo colocado na escola e vê-lo entrar feliz por estar de volta junto dos amiguinhos faz valer a pena todo o sacrífico.

Para os pais que estão levando seus filhos pela primeira vez, não desistam! Alguns choram, outros não... Mas eles acostumam e, quando acostumam, vocês sentirão o quanto eles se desenvolveram e cresceram. A diferença é nítida!

Boa volta às aulas para todos!


Para a nossa alegria!!!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Desafio Corps Lignea - 10 dias de uso

Há 10 dias comecei um desafio para redução de medida abdominal, um teste mesmo. O que estava sendo posto em cheque era se o dito produto funcionava de verdade... 
Se você não leu e nem imagina que desafio é esse, Clique Aqui.
O produto a que me refiro é o gel corpus lignea da Hinode e sim, ele realmente cumpre o que promete. Nesse tempo que tenho usado (3x na semana), ele reduziu bem minhas medidas. 
Só parei o uso no período menstrual por que fico muito enjoada, impaciente e inchada. Aí, não tem gel que funcione mesmo!
Essa semana voltei a rotina de uso... Mas, agora eu também comecei a fazer exercícios!!!








Isso já ajuda bastante na melhora dos resultados...

Essa semana eu esqueci de tirar foto, mas na próxima postagem do desafio eu prometo bastante foto das minhas banhas (kkkkkkkkk).








terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Desafio Corps Lignea Hinode

Oi pessoal! 
Andei pesquisando pela internet sobre o creme massageador da Hinode Corps lignea e, segundo a fabricante, esse gel é especificamente desenvolvido para auxiliar na queima de gorduras localizadas. 
Corps Lignea – Gel Massageador contém Cânfora e Mentol, que produzem uma agradável sensação de frescor e calor ao mesmo tempo. Esta combinação sinérgica de Cânfora e Mentol, também é responsável pela melhora da vasodilatação periférica e ativa a drenagem das toxinas. De fácil aplicação, pode ser deixado na pele sem engordurar o tecido da roupa. Ideal para trabalhos estéticos, no combate a gordura localizada, e remodelação corporal, sem massagem energética.
E seus benefícios são de auxiliar na queima de gorduras localizadas.

Bom, mediante a essas informações, resolvi testar esse gel e vê se ele realmente cumpre o que promete... Meninas, realmente funciona. Usei ele durante uma semana, sem estar fazendo algum exercício ou alguma dieta e consegui diminuir 9 cm da cintura.
ISSO MESMO!!! 9 CM...
Mas me desleixei e parei o uso...

Daí surgiu a ideia do desafio... Farei uso do gel durante 1 mês e a cada semana finalizada virei aqui contar se houve redução de medidas, se o gel realmente funciona e fazer o comparativo... 

Lembrando que o gel sozinho (sem atividade física e dieta aliada) promete a redução de 1 cm no final de 1h de aplicação, então não esperem resultados milagrosos... Cada corpo reage de uma forma... E, se aliarmos uma dieta equilibrada com exercícios regulares, com certeza os resultados serão acima do esperado.


Quem vai querer começar esse desafio comigo?













UPDATE 1: Para os interessados, vendemos esse gel em nosso site:  www.hinodeonline.com.br/1052448


UPDATE 2: Acabei de passar o gel e para primeira vez o resultado foi FANTÁSTICO! Tirei foto da minha barriga (banha seria mais apropriado), pra fazer uma comparação inicial. 
No geral, senti diferença apenas na fita métrica, mas colocarei a imagem para vocês também terem algo para comparar.
Tirei medidas de 3 lugares diferentes do abdome onde tenho maior concentração de gordura localizada (a famosa banha) para irmos comparando a medida que o desafio vai se desenrolando...






Para não dizer que não vi diferença (coloco sempre a culpa na miopia), enxerguei que mudou o aspecto de inchado que tinha a minha barriga, visualmente ela parece mais enxuta.

Esse gel usa a crioterapia para a redução das medidas corporais...
Mas afinal, o que é isso? Como isso ajuda?
Bom, isso já é assunto para outra postagem...