domingo, 2 de outubro de 2016

Dia dos pais...

Hoje é o dia dos pais, após perder o meu recentemente, sinto que esta data passou a ter um significado ainda mais especial,
Costumávamos almoçar juntos neste dia, chegava em casa e ele estava na cozinha preparando o almoço (o almoço de domingo era dele, independente da data comemorativa)... E a comida era sempre alguma especialidade dele!
Quando os netos vieram, a farra era garantida... A comida era sempre algo que as crianças gostavam de comer: Macarronada, franguinho, arroz, feijão e farofa... Tudo para agradar os netos.
Meu pai era uma pessoa simples, grosso as vezes, mas de um coração enorme!
Sempre disposto a ajudar a quem precisasse.
A família era o mais importante e para agradá-lo não precisava de muita coisa, os netos estando em sua volta já era a felicidade!
Bom...
Achei realmente que não ligaria para a data de hoje, mas estava enganada... Boba que eu fui!
Eu e minha mania de achar que devo ser forte o tempo todo!
Hoje realmente vejo que não sou tão forte assim...
Mas a vida continua e esse é apenas o primeiro, muitos ainda virão e um dia a gente acostuma com a ausência...





UPDATE: Esse texto eu escrevi no dia dos pais e só agora estou tendo a coragem de postar aqui...Nesse dia, a perda do meu pai ainda era muito recente (havia 3 meses da sua partida) e eu ainda estava abalada, mesmo parecendo que tinha superado.Foi um dia difícil e de muito choro..







Estou voltando...

Passaram-se mais de 3 meses que não escrevo nada aqui no blog...
Julho, Agosto e Setembro são meses corridos aqui em casa (aniversário do Théo, do Pedro e meu respectivamente). Teve comemoração e muito carinho...
Teve dia dos pais... E esse dia foi muito difícil pra mim (por causa da minha perda recente).
Aos poucos volto escrevendo sobre tudo que andou acontecendo comigo nesses últimos meses...

Como diria a Simone (a cantora):
"Pode ir armando o coreto e preparando aquele feijão 
preto
Eu to voltando"